09 de fevereiro de 2019 - Fonte: Portal Regional - Fotógrafo: Lucas Mello/JR
Bicicleta elétrica faz 35 km com a bateria completa: nova pode ser adquirida por R$ 3.500,00
Proprietário de loja de peças e acessórios para motos e bicicletas na cidade confirma boa procura pelas e-bikes

As bicicletas elétricas e de pedal assistido vêm ganhando cada vez mais espaço no mercado e caindo no gosto de muitos.

Segundo pesquisa recente da Bosch, em 2016, foram vendidas 2.000 e-bikes na Europa e, até 2023, este número deve subir para 3.300.000. Mais da metade dos entrevistados, 80%, afirmaram utilizar as bicicletas como primeira opção de transporte, enquanto 20% as utilizam para lazer.

O Brasil também está seguindo esta tendência mundial e, recentemente, registrou um aumento na procura por esses modelos. Este crescimento ocorre, principalmente, devido ao suporte físico que a bicicleta oferece, além da praticidade e mobilidade, se tornando um ótimo aliado para quem utiliza para se deslocar ao trabalho, por exemplo. Atualmente, uma e-bike é a opção mais rápida para percorrer 5 km.

Em Dracena, a tendência também já chama atenção. Até pouco tempo não se via com tanta frequência como pode ser notado atualmente, essas bikes circulando pelas vias.

Em uma loja de peças e acessórios para motos e bicicletas na cidade, o proprietário Alex Giron falou com a reportagem do Jornal e Portal Regional esta semana sobre o assunto. Durante a conversa deu para notar que ele está bastante otimista com relação às bicicletas e motos elétricas.

Alex ressaltou que os veículos elétricos serão os meios de transportes do futuro, sem falar na crise que se instalou no Brasil desde 2014 fazendo com que muitos acabassem olhando com mais atenção para estes tipos de veículos, devido à economia com combustível.

O comerciante informou que a procura pelas bicicletas elétricas geralmente tem sido por maiores de idade; pessoas que perderam o direito a habilitação; também por aqueles que querem economizar e deixar o veículo convencional na garagem optando por um mais econômico.

Alex pontou que a bicicleta elétrica faz 35 km com a bateria completa e uma nova pode ser adquirida por R$ 3.500,00.

No quesito de moto elétrica, ele informou que na semana que vem, a loja vai receber cerca de 20 unidades da Kasinski, de Guarulhos. Alex contou que as motos são fabricadas em Manaus, com montagem 100% brasileira. Elas rodam 70 km e têm 2.100 watts de potência. Para conduzi-las é necessário ter a CNH.


Em cidade grande atualmente, uma e-bike é a opção mais rápida para percorrer 5 km (Lucas Mello/JR)

Portal Regional