07 de abril de 2021 - Fonte: G1 - Fotógrafo: Polícia Civil
Sede da DIG e da Dise, em Dracena
Investigações descobriram que o envolvido recebia parte dos valores contratados, mas não concluía os serviços, em São João do Pau d’Alho. Quatro vítimas procuraram a Polícia Civil.

A Polícia Civil cumpriu nesta terça-feira (6) um mandado de prisão preventiva contra um homem, de 37 anos, suspeito de envolvimento com crimes de estelionato e apropriação indébita em São João do Pau d’Alho (SP).

As investigações tiveram início em outubro do ano passado, quando quatro vítimas procuraram a Polícia Civil para registrarem ocorrências relacionadas ao mesmo investigado.

Segundo a polícia, o proprietário de uma oficina de funilaria era contratado pelas vítimas para realizar serviços em seus veículos, mas não terminava o trabalho e recebia parte dos valores pactuados.

Além disso, ainda segundo a polícia, houve casos em que os veículos eram devolvidos aos proprietários com peças faltantes.

O capturado foi localizado em sua residência, no Conjunto Habitacional João Vendramin, em Dracena (SP), e não ofereceu resistência à prisão.

Ele foi conduzido até o prédio onde fica a sede da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise), onde a Polícia Civil formalizou o cumprimento da ordem judicial que havia sido expedida pela 1ª Vara do Fórum da Comarca de Tupi Paulista (SP).

Em seguida, ele foi levado a uma unidade do sistema prisional, onde permaneceu à disposição da Justiça.

G1