01 de dezembro de 2019 - Fonte: G1 - Fotógrafo: Polícia Militar Rodoviária e Cristiano Nascimento/FM
Acidente ocorreu na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294)
Vítimas fatais estavam no carro com mais três ocupantes, todos da mesma família. Uma criança de 7 anos permanece em estado grave.

Uma mulher, de 22 anos, e uma criança recém-nascida, de 5 meses, morreram após uma colisão entre dois veículos na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), em Osvaldo Cruz, na manhã deste sábado (30). As vítimas fatais eram mãe e filha.

O acidente deixou ainda mais três pessoas feridas, um homem de 53 anos, uma mulher de 51 anos e uma criança de 7 anos. Os envolvidos ocupavam o mesmo veículo e eram todos da mesma família, incluindo as duas vítimas que morreram.

O Corpo de Bombeiros realizou o resgate das vítimas, que foram levadas à Santa Casa de Osvaldo Cruz.

No veículo que foi identificado como de escolta de carga excedente estava somente o condutor, de 38 anos, que também encaminhado à Santa Casa.

A empresa responsável pelo veículo de escolta, envolvido no acidente, informou ao G1, que o condutor, após ser levado à Santa Casa, passou por cuidados médicos e, posteriormente, seria liberado. Salientou ainda que irá acompanhar o trabalho da polícia nas investigações, a fim de identificar as causas do acidente.

O acidente
De acordo com informações da Polícia Militar Rodoviária, o veículo onde estavam as vítimas fatais e mais três pessoas da mesma família, transitava pela SP-294 no sentido de Inúbia Paulista a Parapuã e o outro carro, onde estava apenas o condutor, seguia sentido contrário.

Aproximadamente no quilômetro 576 da rodovia, conforme a polícia, o motorista do veículo que estava a família, perdeu o controle de direção e derrapou sobre a pista de rolamento, consequentemente, invadindo a pista contrária e colidindo transversalmente com o outro carro, que desempenhava a função de batedor de escolta de carga excedente.

Policiais, equipes do Corpo de Bombeiros e Polícia Técnica Científica foram acionadas para atenderem a ocorrência.

O trânsito sofreu interrupções parciais para socorro das vítimas e retirada dos veículos, sendo controlado pelo policiamento rodoviário.

Os condutores foram submetidos ao teste do etilômetro ativo, mas não foi constatada nenhuma concentração de álcool por litro de ar alveolar expelido pelos pulmões.

A ocorrência foi apresentada na Delegacia de Polícia Civil de Osvaldo Cruz, onde o delegado de plantão elaborou o Boletim de Ocorrência.

Estado de Saúde
A Santa Casa de Osvaldo Cruz informou que as vítimas deram entrada no hospital e passaram por atendimento médico.

"A idosa permanece em observação, porém, seu estado é considerado estável. O idoso será liberado e a criança de 7 anos foi encaminhada ao Hospital das Clínicas, em Marília, em estado grave", disse ao G1.

Fonte: G1