05 de junho de 2021 - Fonte: Pref. de Tupi Paulista - Fotógrafo: Assessoria de Imprensa

A Administração Tupiense, informa que o município terá a sua própria Usina de Beneficiamento de Resíduos da Construção Civil (Entulhos) e Orgânicos (Galhadas), necessária para a correta destinação de entulhos e outros materiais volumosos.

A usina é fruto de um intenso trabalho iniciado deste o ano passado pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente em parceria com empresas que alugam caçambas e podadores, e que encontraram o apoio da atual gestão para colocar em prática o projeto voltado à preservação ambiental.


A implantação da Usina é uma das metas a ser alcançada pela administração do prefeito Alexandre Tassoni Antonio que busca por uma cidade sustentável do ponto de vista ambiental.  

Ela será instalada em uma área de 11.181.77 m² no Parque Industrial próximo ao Bairro Jardim Eldorado e, os recursos necessários para adequação e compra de equipamentos para o processamento dos materiais e do processo de triagem, será custeado pelo próprio município.

O material derivado da construção civil produzido pela usina será utilizado na recuperação de estradas rurais e o produto derivado das galhadas e volumosos será destinado para hortas e demais cultivos do município. 

O imóvel já conta com o licenciamento prévio concedido pela CETESB recebendo parecer favorável quanto ao uso e ocupação do solo para a atividade. À Prefeitura caberá o licenciamento do empreendimento e do seu funcionamento.

O Diretor de Agricultura, Emerson Blaia e a Coordenadora Municipal do Meio Ambiente, Lurdes Grassi explicam que a necessidade de um local apropriado para o descarte de materiais de construção integra o Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos.

Para o Diretor, a iniciativa trará importantes ganhos ambientais, pois a usina permitirá facilidades para os caçambeiros que precisam levar os materiais para áreas impróprias para descarte e até mesmo para a própria população que também poderá usufruir do serviço. “Será um local apropriado para a triagem e destinação correta de todos os materiais que de acordo com a legislação ambiental vigente, é proibido o descarte irregular sendo passível de multa”, destaca o secretário.

“Além de ser um empreendimento único na nossa micro região e melhorar a qualidade do meio ambiente, é a realização de um projeto que trará grandes benefícios ao município. Uma atividade que além de gerar empregos vai garantir uma destinação adequada aos resíduos e, ainda, contribuir para a conservação das dezenas de quilômetros de estradas rurais que cortam o município. " argumentou o prefeito Alexandre Tassoni.

Assessoria de Comunicação
Prefeitura de Tupi Paulista