07 de julho de 2021 - Fonte: G1 - Fotógrafo: Polícia Ambiental
Foi identificada a supressão de árvores nativas em fazenda em Iepê
Por meio de monitoramento de sobreposição de imagens via satélite foi identificado corte de vegetação das espécies guarucaia, leiteiro e macaúba.

A Polícia Militar Ambiental autuou uma fazendeira, em R$ 14,7 mil, pela supressão de 49 árvores nativas numa propriedade rural, em Iepê.

O caso foi registrado nesta terça-feira (6).

A equipe foi até uma fazenda atender para atender a uma denúncia de supressão de árvores com a utilização de maquinário agrícola (pá carregadeira).

Quando os policiais chegaram ao local indicado, não havia sinais de material lenhoso. Porém, com o auxílio da Seção Técnica através do monitoramento de sobreposição de imagens via satélite foi possível constatar que havia 49 árvores nativas das espécies guarucaia, leiteiro e macaúba que foram suprimidas.

Em contato com a proprietária da fazenda, uma mulher de 68 anos, ela confirmou que es espécies haviam sido enterradas.

Diante da situação, foi elaborado um Auto de Infração Ambiental no valor de R$ 14.700 por explorar vegetação nativa em área fora de reserva legal averbada de domínio privado, sem autorização do órgão ambiental.

G1