16 de maio de 2018 - Fonte: Portal Regional - Fotógrafo: Lucas Mello/JR
Queimadas nesta época do ano aumentam, na zona rural e urbana
Segundo o tenente Avanço, do 3º Subgrupamento de Dracena, o período é mais comum para as ocorrências de incêndio; as chuvas escassas e a baixa umidade relativa do ar propiciam a desidratação vegetal e facilita a queimada

Há mais de um mês e meio para a chegada do inverno, período caracterizado por pouca chuva e baixa umidade relativa do ar, é comum ter registros de focos de queimadas e consequentemente incêndios, tanto em áreas urbana quanto rural.

Segundo o tenente Avanço, do 3º Subgrupamento de Dracena, o período é mais comum a ocorrências de incêndio, porque propicia a desidratação vegetal e facilita a queimada.

Ainda de acordo com ele, neste ano, o Corpo de Bombeiros de Dracena já atendeu várias ocorrências de incêndio em vegetação, mas ressaltou que os meses mais críticos são junho e julho.

“A grande maioria das ocorrências são causadas por fatores humanos, intencionais ou acidentais, já que os incêndios causados por incidentes da natureza são extremamente raros”, disse o tenente Avanço.

Segundo o comandante do posto de Dracena, os incêndios registrados são tanto na área urbana como rural. “Na área rural os incêndios costumam ser mais intensos devido à abundância da vegetação, já na área urbana é comum os incêndios causados na intenção de limpar uma área”.

Avanço disse que os incêndios mais comuns são registrados em áreas agropastoris já em relação a locais de preservação permanente são de baixa incidência, porém quando acontecem são extremamente danosos, pois além de queimar uma vasta região, acarreta a morte de vários animais e árvores centenárias.

O militar ressalta os danos que as queimadas causam a saúde humana. “As queimadas lançam na atmosfera muitas partículas da queima incompleta de materiais, onde somado ao baixo índice pluviométrico e as baixas temperaturas, torna-se de difícil dispersão, dessa forma o ar atmosférico torna-se poluído e ao ser inalado pelas pessoas acarretam diversas doenças respiratórias.”

O Corpo de Bombeiro orienta a população a não realizar a queimada durante a limpeza de terrenos e sim fazê-lo com ferramentas manuais e jamais com a utilização de fogo.

Por Carlos Volpi da Redação
Portal Regional