14 de setembro de 2018 - Fonte: Portal Regional - Fotógrafo: Ilustrativa

De acordo com o levantamento divulgado pelo Inep Dracena; Irapuru, Junqueirópolis, Monte Castelo, Pacaembu, Paulicéia, Santa Mercedes, São João do Pau D’Alho e Tupi Paulista atingiram as metas projetadas no ensino municipal

Os indicadores do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) divulgados na semana passada apontam que Dracena e região obtiveram resultados positivos no que diz respeito ao ensino municipal em 2017, nas notas atribuídas às turmas do 5º ano. De acordo com o levantamento divulgado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), nove cidades atingiram as metas projetadas: Dracena; Irapuru, Junqueirópolis, Monte Castelo, Pacaembu, Paulicéia, Santa Mercedes, São João do Pau D’Alho e Tupi Paulista.

A meta projetada para Dracena em 2017 era 6.5 e o índice alcançado foi de 7.0, superando inclusive a meta para 2021, que era 6.9.

Irapuru alcançou o índice de 7.7 ultrapassando a meta projetada de 6.8 para 2017 e também a meta prevista para 2021 - 7.2.

O município de Junqueirópolis também se destacou. A meta projetada para 2017 era 6.9 e o índice foi de 7.7, superando a meta estabelecida para 2021 (7.3).

Monte Castelo conquistou índice de 7.3, a meta projetada para 2017 era de 6.3. Com essa nota, o município superou a projeção para 2021, cujo índice é 6.7.

Pacaembu também obteve pontuação acima da meta projetada para 2017 que era 6.2; o município alcançou 6.6, superando a meta de 2019 (6.4).

Paulicéia tinha como meta projetada para 2017 6.0 e o índice observado foi de 6.1.

Santa Mercedes alcançou índice de 6.7 superando a meta projetada de 5.9 (2017).

A nota de São João do Pau D’Alho foi 7.2 superando a meta projetada de 6.5.

Tupi Paulista superou não só a meta de 2017 (6.7) como também a meta projetada para 2021 (7.2) ao alcançar o índice de 7.7.

Já os municípios de Flora Rica, Nova Guataporanga, Ouro Verde e Panorama não atingiram as metas projetadas.

O índice observado de Flora Rica foi de 5.7 não alcançando a meta projetada para 2017 de 6.1. 

Nova Guataporanga tinha como meta o índice de 7.0 e atingiu 6.5, de acordo com o levantamento.

Faltou pouco para Ouro Verde atingir a meta projetada de 7.0, o índice do município foi de 6.8.

Panorama também quase alcançou a nota. O índice do município foi 6.4 e a meta projetada era 6.6.

O cálculo do IDEB é feito por meio de dados do Censo Escolar e das médias de desempenho no Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB), sendo no caso dos municípios, pela Prova Brasil. A média nacional foi de 5,5 nesse último índice.

Por Letícia Pinheiro da Redação
Portal Regional